11
nov
09

Half-Minute Hero – Review

Então pessoal, pra inaugurar essa parte jogos vou falar um pouco sobre esse jogo que foi lançado a alguns dias atrás aqui no ocidente. Half-Minute Hero é um jogo de RPG um pouco “diferente”, lançado pela Marvelous Entertainment o jogo é uma mistura de Real-Time Strategy, Action RPG e Shoot ‘em Up.

Ao contrário dos RPG’s convencionais, onde a proposta do jogo é rodar por mapas enormes, demorar bastante para evoluir e demorar algumas dezenas de horas para zerar (sem contar a complexidade das batalhas, sistemas de evolução, etc de alguns jogos), a proposta de HMH é deixar quase tudo no “automático”, o seu único trabalho é sair do ponto de início e ir até o castelo para derrotar o vilão, tudo isso em 30 segundos, ou seja, você tem 30 segundos para: Evoluir, comprar ítens, conversar com NPC’s, fazer algumas side-quests e enfrentar o chefão do jogo, pelo menos na teoria, pois na prática você pode resetar o tempo na maioria das cidades, mas para não deixar muito fácil esta opção é paga e a cada reset de tempo ela fica mais cara, ou seja, as vezes você passa mais tempo lutando para evoluir e guardar $$ para resetar o tempo do que para comprar ítens (que são escassos – geralmente 2 tipos de ítem para recuperar HP e um ítem de equipamento).

Apesar de parecer curto o jogo pode se tornar bem extenso, eu por exemplo estou jogando a exatas 3h e agora que cheguei em 54% de jogo no modo Hero 30. <- Atualizando, o modo Hero30 vai até 60% (possui 30 quests – cada uma com 2%). Agora to no modo Evil Lord 30 com 16% feito. Falta terminar esse e ir pro Princess30 e depois Knight30, mas, já deu pra perceber que o Hero é o melhor modo de todos.

Half-Minute Hero é como uma compilação de pequenos jogos, onde a premissa é sempre a mesma, terminar em 30 segundos. Os modos de HMH são:
– Hero 30 (RPG);
– Evil Lord 30 (RTS);
– Princess 30 (Shooter);
– Knight 30 (RTS simplificado) – Este é aberto após terminar todos os outros.


Como já deu pra perceber, o visual do jogo é bem 8bits, porém com gráficos um pouco melhores, mas isso não diminui em nada a diversão do jogo. Outro ponto de destaque para o jogo é a trilha sonora, que apesar de ser “repetitiva” é bem viciante.

A história de Hero 30 é a seguinte: Hackein, o Ultimate Evil Lord, descobre uma magia para destruir o mundo em 30 segundos. Na primeira batalha do herói contra o vilão, o jogador inevitavelmente perde. Então a Deusa do Tempo (Time Goddess) surge para lhe oferecer um acordo: voltar o tempo em 30 segundos, para que você possa combater o mal a tempo. Em troca de seus serviços, ela pede dinheiro. Isso mesmo, uma deusa que ama dinheiro! O plano dá certo e você derrota o vilão. Mas é tarde demais: um demônio chamado Noire espalha a magia da destruição para outros Evil Lords ao redor do mundo. Cabe ao herói impedir cada um deles.

As missões (quests) apresentam uma história, um Evil Lord e um mapa próprio. Você anda pelo mapa com batalhas randômicas surgindo, as quais acontecem automaticamente. A estratégia está nas suas decisões dentro do tempo limite: você deve subir de Level, comprar itens (espada, escudo, bota, etc) e enfrentar o Evil Lord. O desafio vem com os obstáculos no mapa: ponte quebrada, avalanches, vulcão em erupção, recuperar o mastro de um barco para atravessar o mar, e etc. Para ajudar, as cidades possuem uma estátua da Deusa do Tempo, que reseta o tempo por um preço (que aumenta a cada uso).

Conforme você conversa com os personagens nas cidades, é possível descobrir dicas para resolver os desafios, assim como conseguir aliados. Alguns deles são indispensáveis devido à sua força ou habilidade. Há também outras formas de ajuda, como a montaria. Ao derrotar o Evil Lord, o jogo acaba (com créditos e tudo mais). A missão seguinte vem em forma de continuação – Exemplo: Hero 30 XIV. As piadas são tantas que não há como não rir. E assim o game se desenrola, com o herói viajando pelo mundo em sua caravana para impedir o ataque de outros Evil Lords e alcançar Noire, antes que ele reviva o Ultimate Evil Lord.

Evil Lord 30 conta a história do Beaultiful Evil Lord, que é apaixonado pela própria beleza e pela cor violeta. Sua amada, Millenia, foi transformada em morcego por Noire. Seu objetivo principal é recuperar a forma humana dela. Para isso, você joga uma série de missões no estilo RTS. O protagonista possui a habilidade de materializar três tipos de monstros: Shooters (atiram à distância), Nimbles (são ágeis) e Brutes (mais fortes). Cada botão do PSP corresponde à um tipo de monstro, sendo o X para ordenar o ataque.

Ao redor do Beaultiful Evil Lord há um diagrama que corresponde à quantidade de magia disponível. Quanto mais monstros você criar, menor ela fica e mais fracos são os monstros materializados posteriormente. A estratégia neste modo é materializar os monstros no momento e lugar certo, cercando os inimigos. A Deusa do Tempo também dá uma força, disponibilizando a estátua que reseta o tempo em troca das moedas de ouro obtidas. A cada missão as situações mudam, com objetivos e obstáculos novos. Um modo divertido e tão viciante quanto Hero 30.

Em Princess 30, o rei está doente e precisa de ajuda medicinal. Para salvá-lo, sua filha sai em uma aventura para conseguir itens de cura. É uma espécie de game de tiro, com deslocamento de tela. A princesa faz uso de sua besta para atirar em inimigos e obstáculos, enquanto seus guardas fazem o papel de escudo humano. Você deve avançar e recuar em cenários com desafios próprios, alguns até com chefes de fase. Para ajudar, a Deusa do Tempo colocou tapetes vermelhos nos percursos: basta passar em cima para recuperar o tempo. Há também uma barra que, quando cheia, ativa o modo Fever, transformando seus tiros de flecha em fogo. É o modo mais casual e simples de todos.

Knight 30 apresenta outra mecânica: seu objetivo é proteger o Sarge, um mago, até o tempo acabar. Para isso, você deve carregar o mago adormecido para um local seguro, impedindo que os monstros o ataquem. Se ele for atingido, o tempo volta alguns segundos. O Knight pode carregar objetos e criar barreiras, assim como carregar o Sarge nas costas. É um modo divertido, exceto por um detalhe: enquanto o Sarge está seguro, você tem que esperar o tempo acabar. E como as dez primeiras missões são fáceis, esperar acaba sendo um pé no saco. Terminado o Knight 30, você desbloqueia o modo extra Hero 300 – 300 segundos para explorar um enorme mapa e derrotar Noire. Terminado o Hero 300, você desbloqueia o Hero 3. Terminado o Hero 3, você desbloqueia o último extra: o Music Player, para ouvir todas as músicas do jogo.

Há ainda o Hero Ad Hoc, que permite jogar o modo Hero 30 com até quatro jogadores em partidas contra ou cooperativas. Jogando contra, ganha aquele que matar o Evil Lord primeiro. Jogando em modo cooperativo o objetivo continua sendo eliminar o Evil Lord, mas os itens são limitados para os jogadores – o primeiro que pegar, pegou!

Opinião final? Jogo altamente viciante, compensa bastante e garante várias horas de jogatina, EU não consigo jogar por muito tempo, no máximo umas 5 quests consecutivas, mas, a idéia do jogo é +- essa mesmo, tá sem nada pra fazer pelos próximos 30 segundos? tá esperando a pipoca de microondas ficar pronta? pegue HMH e termine 1 ou 2 quests.

Anúncios


Categorias

novembro 2009
D S T Q Q S S
« out   dez »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Links

nagash @ deviantart
Corrida da Cerveja da Capital

  • 99,429 hits

%d blogueiros gostam disto: