20
dez
09

Fazendo jus ao salário

Então… como alguns aqui devem saber, eu faço pós-graduação num dos Centros Universitários mais “bem” conceituados daqui da cidade, ou essa é a imagem que eles tentam passar pra você nas propagandas, localização e etc mas depois que você começa a estudar lá você percebe a “grandes merda” que aquela instituição é e que a instituição que você fez sua graduação que, essa sim, parecia uma “grande merda” é bem melhor – tá, não tão melhor assim – que a sua atual, enfim…

Como a minha pós é feita via EAD, ou seja, via internet, os encontros presenciais resumem-se às provas 8(?) no total do curso de 15 meses (onde vai toda a “galerinha do mal” saturar o link “muito very good” do laboratório daquela porcaria onde você geralmente tem que fazer 3 provas… 2 das matérias e 1 de paciência pra poder usar aquela porcaria, porque pelamórdedéusqueporralenta!) e o resto do conteúdo é disponibilizado via Moodle pra poder ser feito de casa/trabalho/lan house/etc.

Bom.. EU acho o seguinte… acho que uma pessoa que escolhe fazer faculdade pela internet geralmente não tem muito tempo sobrando pra dedicar algumas horas semanais indo à faculdade pra assistir aula, ainda mais no caso de pós-graduação, onde o cara geralmente não tá mais estudando por uma eventual pressão dos pais mas, mais por uma pressão profissional mesmo, para se destacar de alguma forma no mercado de trabalho e, principalmente, no seu emprego.

O perfil que eu vejo (pelo menos onde eu trabalho – na área de TI/Infra da empresa) o pessoal meio que tem hora pra entrar e sair mas eventualmente são pegos de surpressa tendo que chegar lá mais cedo e/ou ir embora no outro dia, logo, como um cara desses pode assumir um compromisso semanal de dedicar algumas horas para gastar indo pra faculdade (sem contar o tempo no trânsito)? É meio que mais conveniente estudar à distância, assim ele pode fazer isso em eventuais horas vagas em casa ou no trabalho, horas estas que não necessariamente coincidiriam com as horas das aulas na faculdade, enfim.

Além disso, há a grande diferença na forma que o conteúdo é passado, geralmente em sala o conteúdo é passado de forma mais “mastigada”… o professor prepara a aula, vai lá e passa o que é realmente importante. Pela internet o negócio é um pouco diferente (pelo menos pela experiência que eu estou tendo – e odiando), aqui o conteúdo é passado meio (totalmente) nas coxas… NADA é “mastigado”, os professores apenas anexam as apostilas nos módulos e você que se vire pra ler aquelas 300 páginas de enrolação… e eu não digo isso sem saber do que estou falando… eu sempre gostei de estudar para as provas fazendo o meu próprio resumo e tals (e até agora tem dado certo lá na pós) .. então, eu pego as apostilas e slides e vou digitando em um novo documento o que é realmente importante… acaba que no final um slide de 200 páginas é resumido em algo em torno de 40 páginas ou menos… então, porque diabos os professores já não disponibilizam estes slides de forma mais clara e objetiva? Acho que já comentei sobre o fator “falta de tempo disponível” que os alunos de EAD geralmente sofrem, não?

Outra coisa “interessante” que eu descobri (e pelo que eu sondei eu não fui o único – acho que só os professores não preceberam ainda, ou perceberam mas estão mais ocupados gastando seus salários em viagens ao exterior e expondo as fotos no orkut) é que (pelo menos nos primeiros módulos) havia um “jeitinho” de se dar bem nos questionários e nas provas… a resposta correta era SEMPRE a maior… era tiro-e-queda… nem precisava estudar nada e nem ler a pergunta… era só identificar a resposta mais longa (as perguntas são sempre de múltipla escolha) e marcá-la… e apenas para comprovar este fato eu fiz 2 provas e alguns questionários usando este método e me saí bem em todos estes (até hoje na hora de chutar eu uso esta técnica). Mas acho que tava ficando muito na cara isso e começaram a mudar algumas coisas, mas até aí já tava na metade do curso.

Outra coisa que eu percebi também, é que o banco de dados de perguntas é meio que “único”… elas apenas são apresentadas de forma aleatória para cada turma… eu estou na 5a turma do meu curso e, desde a 1a turma, se o questionário X tem 20 questões, em todas as outras turmas que se formaram antes de mim (e provavelmente se formarão depois de mim) as perguntas são as mesmas, apenas apresentadas em outra ordem para as turmas anteriores… outro fato comprovado quando eu peguei o material que um amigo meu que se formou 1 turma antes de mim e, qual foi minha surpresa ao ver que era tudo igual (nem precisa dizer que me serviu como referência nos questionários que eu tive que responder em cima da hora).

Até então eu achei que a cara-de-pau parava por aí… até que hoje eu lembrei que ainda tava devendo uma matéria desse módulo e que tinha que entregar o material, fui então hoje responder os questionários… pra variar questionários imensos e repetitivos… e pra variar mais ainda eu não estava achando nada que me ajudasse à respondê-los nos materiais de leitura disponibilizádos, então, recorri ao Google para me ajudar… qual foi minha surpresa após alguns minutos de busca quando achei um site com diversos simulados e, pasmem, TODAS as 80 perguntas que eu respondí até agora (ainda faltam umas 160) constavam neste site (com as respostas)… a cara de pau foi TÃO grande que não se deram ao trabalho nem de corrigir os erros de digitação da fonte original, assim até eu quero ser professor universitário ¬¬.

Anúncios

1 Response to “Fazendo jus ao salário”


  1. 1 Sasukitow
    20/12/2009 às 9:04 PM

    Estou chorando de rir com esse relato, AIUEHIHISHUEIHSUIEHASHUEUIEUIUIEUIEUIAHE


Comments are currently closed.

Categorias

dezembro 2009
D S T Q Q S S
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Links

nagash @ deviantart
Corrida da Cerveja da Capital

  • 98,856 hits

%d blogueiros gostam disto: